cartaz petição saneamento já

Petição quer 3 milhões de assinaturas pela universalização do saneamento básico

Iniciativa também quer fazer avançar resolução que proíba a existência dos rios de classe 4, descritos pelos organizadores da petição como “rios mortos”

SÃO PAULO – A Fundação SOS Mata Atlântica, a Campanha da Fraternidade 2016 e o movimento Água Limpa é a Onda se uniram para lançar a petição “Saneamento Já!”, que tem como objetivo reunir três milhões de assinaturas em prol da universalização do saneamento básico, do fim dos rios mortos e da limpeza das praias brasileiras. A campanha pretende levar essas três milhões de assinaturas à Presidência da República, ao Congresso Nacional e aos governadores dos 26 Estados da federação para pressionar essas instâncias de poder a tratarem como prioridade as questões relativas à gestão de recursos hídricos e ao saneamento básico.

Segundo os organizadores da campanha, apenas 40% do esgoto gerado no Brasil é tratado e 35 milhões de brasileiros não tem acesso à água limpa. Como consequência, rios e córregos acabam poluídos. Em uma amostra de 111 cursos de água nacionais, 85% não apresentaram boa qualidade de água, segundo levantamento do SOS Mata Atlântica. E quem sofre é a população: cerca de 70% das doenças que levam a internações hospitalares no País são decorrentes de contato com a água contaminada, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Sistema Único de Saúde (SUS) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A esperança é que a pressão das assinaturas estimule o cumprimento das leis que já preveem a universalização do saneamento básico, e que ela faça avançar uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) para proibir os rios de classe 4, chamados de “rios mortos”. Esses cursos de água costumam ser usados legalmente para diluir esgotos de tratamento inviável ou pouco eficiente. Em seu caminho para o mar, eles poluem outros rios e, na costa, contribuem com a sujeira e as doenças nas praias.

Veja como participar no site da Petição Saneamento Já e tire suas dúvidas sobre a iniciativa na seção de Perguntas Frequentes.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0

Comece a conversa